domingo, 10 de janeiro de 2016

Vigilante tenta matar outro em Salto de Pirapora

Paulo Henrique
À Guarda Civil de Salto de Pirapora atendeu chamada (tel 199) informando que havia disparos de arma de fogo pela Rua Laércio Teixeira do Espirito Santo, no Jardim Teixeira,  na periferia daquela cidade.

Guardas foram ao local e avistaram um grupo de pessoas tentando linchar um homem. A guarnição interveio e resgatou o homem. Populares disseram que o indivíduo havia efetuado vários disparos de arma de fogo e um disparo atingiu a cabeça do vigilante Márcio Domingues de Siqueira, 28 anos. Os guardas apreenderam um revólver calibre 38 municiado com 2 projeteis intactos e dois projeteis deflagrados, que estava com  o autor dos tiros. 

Na Delegacia da cidade, o acusado de efetuar os tiros relatou que realmente efetuou os tiros porque ouviu gritos na rua e quando saiu viu indivíduos tentando agredir sua mãe, ele retornou para dentro da residência pegou o revólver e foi defender sua mãe. 

Acrescentou que os indivíduos investiram contra ele e ao perceber desvantagem numérica ele sacou o revólver e desferiu os tiros. Um disparo atingiu a cabeça de Márcio Domingues. O autor dos tiros Paulo Henrique de Oliveira, 42 anos, também é vigilante, e mora na rua onde ocorreu o fato, ele sofreu escoriações pelo corpo e fratura em dois dedos da mão. Paulo Henrique fora levado ao pronto-atendimento da Santa Casa da cidade e após ser medicado foi levado para uma unidade prisional de Sorocaba (preso por tentativa de homicídio artigo 121 combinado com artigo 14 do Código Penal). 

Uma ambulância socorreu a  vítima Márcio Domingues ao pronto-atendimento da Santa Casa da cidade, porém devido à gravidade do ferimento ele foi transferido para o Hospital Regional de Sorocaba. Autor e vítima residem na rua onde o crime ocorreu. 

O caso ocorreu no início da madrugada de domingo (10/01).

Nenhum comentário:

Arquivo

Top 10 - Fatos e acontecimentos