Salto de Pirapora Notícias 2017

Salto de Pirapora Notícias 2017
Clique na imagem!

sexta-feira, 27 de abril de 2018

Indivíduo vai responder por maus-tratos após agredir cabeça de cão Pinscher com cabo de machado em Salto de Pirapora

Por volta das 10h de quinta-feira, 26/04, uma mulher que reside na Estrada do Bairro Boa Vista avistou em sua rua seu vizinho Peterson Rezaro Biscaro de 45 anos, que aparentava estar sob efeito de bebida alcoolica; rapidamente a mulher chamou seu cão da raça Pinscher que estava na rua, para entrar em sua residência.

O cão não entrou em sua casa, a mulher foi verificar aonde o cão estava e viu o animal caído. Ela supôs que o homem teria agredido o animal. A mulher levou o cachorro ao veterinário e este diagnosticou estado de coma (consciência comprometida e sem reação). Animal encontra-se internado.

A proprietária do cachorro acionou a Polícia Civil e indicou o endereço do vizinho que mora no mesmo bairro. Os policiais civis conduziram o indivíduo para a Delegacia. Inicialmente Peterson negou que tivesse agredido o animal, mas em outro momento acabou confessando que ele bebeu durante a noite passada e ao caminhar pela rua o cão latiu. 
Naquele momento ele carregava um machado e desferiu golpe com o cabo do machado atingindo a cabeça do animal. Ao ouvir essa confissão, a autoridade policial indiciou Peterson Biscaro por maus-tratos de animal artigo 32 da lei 9.606/98. A lei não recomenda custódia cautelar para quem comete maus-tratos.





Cavalo é agredido durante rodeio em Araçoiaba da Serra e caso vai parar no MP


Um vídeo divulgado nas redes sociais mostra o momento em que um cavalo é agredido por um peão durante um rodeio no Abril Fest, evento que acontece em Araçoiaba da Serra.

Divulgada no Facebook, na última segunda-feira (23), a filmagem teve, até a manhã desta quinta-feira (26), mais de 25 mil visualizações e quase 540 compartilhamentos.

As imagens mostram o momento em que um homem, funcionário de uma empresa subcontratada pelo evento para fazer o rodeio, tenta puxar o cavalo para a arena para a apresentação, mas o animal se recusa. O homem então dá tapas, chicoteia e dá chutes no pescoço do animal, momento em que ele cede após ser agredido e obedece a ordem.

O vídeo revoltou diversos internautas, que passaram a condenar e criticar a atitude do autor das agressões.

Ao Portal Ipa Online, a presidente da Comissão de Proteção Animal da OAB (Ordem dos Advogados do Brasil) Sorocaba, a advogada Geórgia Nuño Racca, afirmou que tomou conhecimento do fato nesta última quarta-feira (25) e encaminhará a denúncia ao Ministério Público para apuração. “Se [o MP] entender também que houve maus-tratos, o agressor pode ser condenado de três meses a até um ano de prisão”, afirmou ela.

Entretanto, caso seja réu primário, o condenado pode adquirir uma transição penal e, em um possível acordo, prestar somente serviços comunitários e pagar multa. Ainda podem responder perante a Justiça o proprietário do animal, a empresa contratada para a realização do rodeio, a organização do evento e até mesmo a Prefeitura de Araçoiaba da Serra, relatou Geórgia.

Leia a nota da Comissão de Proteção Animal na íntegra

“A Comissão de Proteção Animal da OAB Sorocaba repudia a prática de Rodeios e demais atividades que se utilizam da exploração e sofrimento animal como ‘diversão e esporte’. Os defensores destas práticas costumam alegar que ‘não há maus tratos’ e que os animais são ‘super bem tratados’ Não é o que vemos nas imagens feitas neste último fim de semana no #abrilfest, onde tomaremos as medidas judiciais cabíveis para que seja apurado o ocorrido.”

Posicionamento da organização

Por meio de nota, a organização do evento afirmou que será proibida a entrada e permanência do agressor ao local do evento. Além disso, disse “repudiar veementemente qualquer espécie de violência aos animais que participam dos rodeios e não é conivente com o mau comportamento do agressor, que violentamente bateu no animal”.

A organização explicou que subcontratou outra empresa para a realização dos rodeios em cavalo e em touro, e, em razão do acontecido, já rescindiu o contrato e aplicou a sanção constante do termo que havia sido pactuado.

Mais providências serão tomadas, ainda de acordo com ela, como a representação criminal por maus tratos em animais, a fim do que ocorreu diante de todo o público na Abril Fest, não ocorra em outros eventos e em outras situações onde não há publico observando.

Por fim, informa que, em razão do triste acontecimento que foi a violência contra o animal, o rodeio em cavalos será realizado sob a responsabilidade de outra empresa, pois foi efetuada a rescisão contratual com a empresa anterior.














Nenhum comentário:

Top 10 - Fatos e acontecimentos

Arquivo

PUBLICIDADE

Clique Aqui!