Salto de Pirapora Notícias 2017

Salto de Pirapora Notícias 2017
Clique na imagem!

sábado, 16 de julho de 2016

Rapaz sobe em torre de telefonia em Salto de Pirapora

Um rapaz de 21 anos subiu em uma torre de telefonia, localizada na rua João de Goes, 92 no centro de Salto de Pirapora, por volta das 12h deste sábado (16) ameaçando se jogar. Equipes do 15º Grupamento do Corpo de Bombeiros, que envolve homens de Sorocaba e do Posto dos Bombeiros de Votorantim estão no local fazendo negociação que já dura mais de quatro horas.


O rapaz está a uma altura de aproximadamente 30 metros. A área está isolada, porém alguns curiosos estão no local acompanhando a tentativa de resgate. Segundo os bombeiros, um desentendimento familiar pode ter motivado o ato. Pessoas que conhecem o rapaz, teriam tido que ele está desempregado e as dificuldades financeiras também teriam sido o motivo para que ele subisse na torre. Um psicólogo chegou ao local, no inicio da tarde para acompanhar os trabalhos das equipes e auxiliar nas negociações. 

Por conta do isolamento das ruas próximas à torre, comerciantes fecharam as portas devido a falta de clientes, e alegaram prejuízos. O rapaz continua na torre e por volta das 17h30 aumentou o número de curiosos no local. 

O rapaz estava armado com uma faca, mas segundo os bombeiros ele já teria se livrado dela, jogando-a. A área onde está localizada a torre não tem acesso permitido, porém o rapaz pulou o portão para conseguir chegar ao local. 

Coincidência

No mesmo horário, a CPFL Piratininga informou que houve um desarme no sistema provocado por uma árvore, e que afetou moradores da rua João de Goes, em Salto de Pirapora. Por isso, o fornecimento foi afetado, mas não há nenhuma relação com o caso do rapaz que está na torre de telefonia. O fornecimento de energia foi restabelecido pela distribuidora às 13h50min. No total, 161 clientes foram afetados pela interrupção momentânea.

Por volta das 18h30


Bombeiros convencem homem a descer de torre


Fotos: Luiz Eduardo Ramon
Após mais de seis horas de negociação, os bombeiros conseguiram retirar o homem que subiu em uma torre de telefonia, localizada na rua João de Goes, 92 no centro de Salto de Pirapora, por volta das 12h deste sábado (16). Equipes do 15º Grupamento do Corpo de Bombeiros, que envolve homens de Sorocaba e do Posto dos Bombeiros de Votorantim trabalharam nas negociações que se encerraram por volta das 18h30. 

Informações preliminares disseram se tratar de um rapaz de 21 anos, mas o homem tem 33 anos. Após descer da torre ele foi escoltado pelos bombeiros e encaminhado para atendimento de equipes do Resgate onde foi levado para o setor de psiquiatria do Hospital Regional. Segundo os bombeiros, um desentendimento familiar, em virtude da separação da esposa, pode ter motivado o ato. Pessoas que conhecem o homem, teriam tido que ele está desempregado e as dificuldades financeiras também teriam sido o motivo para que ele subisse na torre. De acordo com o tenente Michelin, do 5º Grupamento do Corpo de Bombeiros, foi um trabalho bastante tenso, porém finalizado com sucesso. O caso ainda será apurado.

Fonte: Jornal Cruzeiro do Sul

Desempregado e separado da mulher fica 7 horas em torre


Um desempregado de 33 anos se manteve ontem durante quase sete horas no topo de uma torre de telefonia móvel, a cerca de 45 metros de altura, em Salto de Pirapora, na Região Metropolitana de Sorocaba (RMS). A torre fica na rua José Góes, em um terreno com portão baixo, de fácil acesso a quem se disponha a entrar no local.

Além das dificuldades de ordem financeira por estar há quatro meses sem trabalho, o homem também está separado da mulher. Esses foram os motivos alegados por ele para praticar a ação que resultou no fechamento de parte do comércio da região central da cidade e na interdição de ruas. Não houve suspensão no fornecimento de energia elétrica nem a comunicação via telefone foi prejudicada.

Conforme apurado pelo Cruzeiro do Sul, ele esteve pela manhã na casa da ex-esposa tentando uma reconciliação, mas diante da negativa disse que iria subir na torre que fica na rua José Góes, centro da cidade, e ameaçou se jogar de lá. Foi ela quem prestou a informação à reportagem, acrescentando que não pensava que o ex-marido fosse capaz de tanto.

O Corpo de Bombeiros foi acionado e quatro homens escalaram a torre. A ocorrência também foi apoiada pela Polícia Militar e pela Guarda Civil Municipal (GCM). Curiosos se concentraram nas imediações. Comerciantes do bulevar que fica próximo tiveram de fechar as portas por orientação da PM, e reclamaram dos prejuízos que teriam.

Celso Alves, dono de uma sorveteria, calculou que perdeu pelo menos R$ 5 mil e disse que pedirá providências à Prefeitura para que intime a empresa responsável pela torre para que aumente a altura do muro. "É muito devassado ali. Qualquer pessoa pode pular e escalar com facilidade. Seria necessário que a torre tivesse aqueles pregos para dificultar a escalada. Agora, somos obrigados a fechar e a conviver com esse absurdo", comentou Alves.

O tenente Clóvis Michelin, do 15º Grupamento do Corpo de Bombeiros, esteve à frente das negociações com o indivíduo e disse que a intervenção exigiu muita paciência. "Ele faz parte do enorme contingente de desempregados que estão desesperados e precisam se manter. Disse que se todo mundo nessa situação resolvesse fazer o que ele fez faltariam torres no País".

Durante o tempo em que esteve nas alturas, o desempregado esboçou reações diversas. Ora ficava em pé, ora tirava a camisa e se mexia de um ponto para outro. Conforme os bombeiros, ele estava embriagado. Assim que concluiu a descida, sob aplausos do público que acompanhou o registro, foi colocado na viatura do Resgate que o levou ao setor de psiquiatria do Hospital Regional.


Bombeiros resgatam homem que pretendia suicidar-se em Salto de Pirapora porque está desempregado

Fotos: Luiz Eduardo Ramon
Por volta das 12h20 de sábado, 16/07, Victor Godoy de 34 anos, escalou uma torre de aproximadamente 100 metros, situada na Rua João de Góes, na área central de Salto de Pirapora, a poucos metros da Igreja Matriz, ao alcançar a parte superior da torre o homem dizia que pretendia suicidar-se.

Viaturas da Guarda Civil Municipal e do Corpo de Bombeiros foram ao local, isolaram a área, durante 7 horas guardas e bombeiros tentavam convencê-lo a desistir do plano suicida. Em certo momento o homem lançou uma faca que ele portava, depois disso os bombeiros subiram na torre e conseguiram resgatar o rapaz.

Victor Godoy pretendia cometer suicídio porque estaria desempregado. A esposa e a irmã do rapaz estiveram no local acompanhando o trabalho de resgate que ocorreu por volta das 19h. O homem fora encaminhado ao pronto-socorro do Hospital Regional de Sorocaba.







Fotos: Luiz Eduardo Ramon

Nenhum comentário:

Arquivo

Top 10 - Fatos e acontecimentos