Salto de Pirapora Notícias

Salto de Pirapora Notícias
Fotos Salto de Pirapora - Clique na imagem!

Mineração de Bitcoin

ResMine.com - Cloud Mining Cryptocurrency

terça-feira, 11 de dezembro de 2018

'O Bairro Ideal': filas de espera para consultas médicas devem diminuir em Salto de Pirapora

Secretária de Saúde da cidade, Adriana Cerqueira Jesus, foi convidada pela TV TEM a dar uma resposta aos moradores sobre as longas filas na rede municipal de saúde.


A espera por consultas médicas em Salto de Pirapora (SP) foi o problema mais votado pela população nesta edição do projeto 'O Bairro Ideal'. A TV TEM cobrou respostas da prefeitura nesta segunda-feira (10).
Ao todo, 1.315 pessoas participaram da votação na sexta-feira (7), na Praça da Matriz. Destas, 534 escolheram a espera por consultas, ou seja, 40,6% do total. Em seguida, aparecem estrada, com 343 votos (26,1%); falta de calçada, com 263 (20%); e, por último, esgoto, com 175 votos (13,3%).

A secretária de Saúde de Salto de Pirapora, Adriana Cerqueira César de Jesus, foi convidada pela TV TEM a dar uma resposta aos moradores em relação à espera por consultas médicas na cidade.

Segundo ela, desde 2017 as consultas na área de ginecologia estavam em déficit, pois os profissionais haviam se aposentado e as respectivas vagas não estavam preenchidas. O novo ginecologista já atende 200 consultas por mês e a previsão é que, em seis meses, o número de pessoas na fila de espera diminua.

Na especialidade de otorrinolaringologia, Adriana afirma que a demanda também é alta, aproximadamente 300 consultas por mês, o que gera um número de guias alto. A secretária informou que a quantia de vagas está prevista para aumentar em janeiro.

Para diminuir o número de filas nas consultas e exames, a prefeitura planeja realizar dois mutirões em 2019. Um deles com consultas oftalmológicas, em parceria com o BOS, com previsão para fazer cerca de 600 consultas.

No primeiro semestre do ano, Salto de Pirapora também receberá a carreta da mamografia, que ficará estacionada no município por 10 dias, com capacidade para atender mil exames de mamografia.

O orçamento da prefeitura para a área da saúde gira em torno de R$ 40 milhões e por mês são gastos mais de R$ 3 milhões.
Em relação aos profissionais do Programa Mais Médicos que deixaram de atender no Sistema Único de Saúde (SUS), a pasta informa que as três vagas desses profissionais em Salto de Pirapora foram preenchidas no dia 3 de dezembro.

Esgoto

Sobre o problema do saneamento básico, a Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp) informou que a cidade é atendida plenamente com a coleta de tratamento de esgoto, que as tubulações operam normalmente e que não há lançamento de efluente por parte da Sabesp.

Sobre os vazamentos de esgoto em dias de chuva, a companhia informou que eles são provocados por imóveis que mandam a água da chuva para as tubulações de esgoto de forma irregular. No Jardim Floriano há previsão de instalação de uma segunda rede coletora.

As obras de implantação da rede têm previsão de início em janeiro de 2019 e até 120 dias para conclusão. Quanto à qualidade da água, a Sabesp disse que o problema foi causado porque houve um despejo clandestino de efluente no Rio Pirapora.

O caso foi repassado à Companhia Ambiental do Estado de São Paulo (Cetesb), que até o momento não sabe quem foi o responsável.

Estradas

A situação das estradas vicinais também foi outro problema cobrado pela população da cidade, como a Estrada Vicinal Mário Leite de Oliveira, a Estrada dos Leites e as estradas nos bairros Arco Íris, Juncau e Fazendinha.

A prefeitura informou que as estradas vicinais são de responsabilidade do governo estadual, mas que tem disponibilizado máquinas para melhorar as condições das vias. Informou ainda que já fez vários pedidos ao Governo de São Paulo para fazer a pavimentação dessas estradas, mas nada foi feito.

O órgão informou que, em 2011, tinha um projeto de recuperação das vicinais que receberia verbas do Banco Internacional para Reconstrução e Desenvolvimento (Bird), mas a unidade suspendeu o projeto alegando falta de verba.

Por isso, a Prefeitura de Salto de Pirapora deve retomar esses pedidos ao Governo de São Paulo no ano que vem. A TV TEM questionou a Secretaria Estadual de Transportes, que informou que as estradas vicinais são de responsabilidade da prefeitura.

Falta de calçada

A prefeitura informou que este ano realizou diversas obras na construção de calçadas e que tem intensificado a cobrança aos donos dos imóveis com notificações e multas para quem não cumpre a obrigação com as calçadas.



Salto de Pirapora - O salto do peixe

Mais ao sul da região de Sorocaba está Salto de Pirapora. Quase 50 mil pessoas moram no município que se desenvolveu pelas indústrias de cal e surgiu também graças ao tropeirismo.

Ainda é possível encontrar a tradição tropeira na cidade, onde as cavalgadas são vistas até hoje. As cavalgadas são narradas por alguns amigos que se reuniram para fazer, voluntariamente, a locução dos eventos.

O nome da cidade surgiu por causa de quedas d’água que ficam no município. Pirapora quer dizer "o salto do peixe" e vem da língua indígena. No passado, os peixes subiam saltando durante a Piracema.

Por isso, veio o nome Salto de Pirapora. O local onde ficam as quedas d’água, segundo os moradores, já foi muito usado como o principal lazer da cidade.

Uma coisa é certa, nossas cidades têm história, curiosidades e belezas que podem ficar ainda melhores.









segunda-feira, 10 de dezembro de 2018

Adolescente morre após capotar veículo no bairro Piraporinha

Entrada do bairro Piraporinha - Foto arquivo Blog
Um automóvel Fiat Uno de cor branco capotou ao trafegar por uma estrada do Bairro Piraporinha, Salto de Pirapora, no final da tarde de sábado, 08/12. A passageira Ana Talita Domingues Henrique saiu ilesa. 

O condutor Pedro Rodrigues Meira Júnior de 17 anos (não habilitado), morador de Votorantim, sofreu ferimentos graves.

Ambulância da Santa Casa de Misericórdia de Salto de Pirapora socorreu Pedro Henrique e o levou ao pronto-socorro da Santa Casa, mas ele acabou falecendo na Santa Casa de Salto de Pirapora.

Fonte: Blog Sorocaba Notícia


Os nossos sentimentos os familiares.











'O Bairro Ideal': moradores elegem espera por consultas o principal problema de Salto de Pirapora


Ao todo, 1.315 pessoas participaram da votação; destas, 534 escolheram a espera por consultas. TV TEM vai questionar os responsáveis na segunda-feira (10).

Após um dia intenso de votação, os moradores de Salto de Pirapora (SP) elegeram a longa espera por consultas médicas o pior problema da cidade.

A votação do projeto 'O Bairro Ideal', promovido pela TV TEM, foi realizada nesta sexta-feira (7), na Praça da Matriz.

Ao todo, 1.315 pessoas participaram da votação. Destas, 534 escolheram a espera por consultas, ou seja, 40,6% do total. Em seguida aparecem estrada, com 343 votos (26,1%); falta de calçada, com 263 (20%); e, por último, esgoto, com 175 votos (13,3%).


'O Bairro Ideal': moradores elegem espera por consultas o principal problema de Salto de Pirapora Foto: Reprodução/TV TEM
















segunda-feira, 3 de dezembro de 2018

Confira a programação com a carreata de Natal em Salto de Pirapora

Neste ano não teremos a presença da Caravana de Natal da Coca-Cola em Salto de Pirapora, porém a população da cidade poderá contar com a presença da Carreata Natalina do Supermercado São Roque nas ruas principais da cidade no dia 21/12, que é uma sexta-feira á partir das 20hs. 

Secretaria de Esporte, Cultura e Turismo também informou a programação do Natal na praça edição 2018, que terá início no dia 17 de dezembro e segue até o dia 23.

Confira a programação:

17/12 - caravana com trenzinho nas principais ruas dos bairros Paulistano, América, Bandeira, Cachoeira, Jardim Áurea, Agenor, Floriano e Ana Guilherme.

18/12 – caravana com o trenzinho passando pelos bairros: Centro, Primavera, Santa Maria, Av. Pedro Pires de Mello e adjacências. Ambos os dias com Papai Noel e BANMASP agitando os bairros.

19/12 - Chegada do Papai Noel na Praça da Matriz a partir das 19h30

20, 21 e 22/12 - Presença do Papai Noel sempre a partir das 19h30 às 21h30, além de apresentações musicais, teatrais, dança, bandas, corais e show musical.

Dia 23/12 - programação estendida especial a partir das 16h30 até às 21h30.



















sábado, 1 de dezembro de 2018

Tainá e a bebê Sofia são encontradas em São Luís, no Maranhão

Homem estava com as meninas em uma pousada, saiu pra comprar comida, foi reconhecido pelo atendente e preso pela polícia
Tainá e a bebe estão em um abrigo do Conselho Tutelar
Foto: Reprodução / TV Record
A estudante Tainá de Queiroz Mendes, 18 anos, e a filha dela Sofia, de 8 meses, foram encontradas no início da tarde deste sábado (1) em São Luís, capital do estado do Maranhão.


As duas estavam desaparecidas desde 3 de novembro (leia aqui), quando, segundo as informações de Raul Kennedy da Silva, 19, marido da jovem e pai da criança, elas teriam saído de casa em companhia de Luís Fernando Lourenço, seu colega de trabalho.

O caso ganhou repercussão nacional ao ser exibido durante toda a semana no programa “Cidade Alerta”, da TV Record.

Ainda não se sabe ao certo como, quando e em que condições o homem, mãe e bebê chegaram ao nordeste.

Eles estariam hospedados em uma pousada e, por volta de meio dia, Luís Fernando saiu para comprar comida, mas foi reconhecido pelo atendente do restaurante que chamou a polícia, que o prendeu.

Segundo a polícia, Luís Fernando Lourenço tem diversas anotações criminais, é suspeito de diversos crimes e era procurado da justiça por um processo de estelionato – pensado contra ele um mandado de prisão.

Mãe e bebê estão bem, foram conduzidas a um abrigo do Conselho Tutelar da capital maranhense e deverão ser encaminhadas para Pilar do Sul nos próximos dias.

A investigação do caso está a cargo da equipe do delegado Acácio Aparecido Leite, da Delegacia de Investigações Locais (DIG) de Sorocaba, que apura se a moça foi com o homem por livre e espontânea vontade, ou se teria sido sequestrada.






☞ Salto de Pirapora Notícias e Informações 
Acesse a página  https://goo.gl/MMBr3y


















Animais soltos em rodovias causam acidentes e moradores pedem providências

Assista ao vídeo da reportagem da SP Record
Rodovia Francisco José Ayub (SP-264) - Imagem reprodução SP Record
Em Salto de Pirapora, na rodovia Francisco José Ayub (SP-264) que liga Salto de Pirapora á Pilar do Sul acidentes com animais são constantes, a presença de animais soltos em rodovias preocupa os moradores. Isso porque os acidentes são frequentes e até pessoas já morreram. Eles cobram providências dos responsáveis.

Fonte: SP Record





















terça-feira, 27 de novembro de 2018

O projeto 'O BAIRRO IDEAL' da TV TEM conta um pouco da história e dos problemas de Salto de Pirapora

O projeto 'O BAIRRO IDEAL' da TV TEM conta um pouco da história de Salto de Pirapora
Cachoeira de Salto de Pirapora - Reprodução TV TEM

Salto de Pirapora - o salto do peixe




Mais ao sul da região de Sorocaba está Salto de Pirapora. Quase 50 mil pessoas moram no município que se desenvolveu pelas indústrias de cal e surgiu também graças ao tropeirismo.

Ainda é possível encontrar a tradição tropeira na cidade, onde as cavalgadas são vistas até hoje. As cavalgadas são narradas por alguns amigos que se reuniram para fazer, voluntariamente, a locução dos eventos.

O nome da cidade surgiu por causa de quedas d’água que ficam no município. Pirapora quer dizer "o salto do peixe" e vem da língua indígena. No passado, os peixes subiam saltando durante a Piracema.

Por isso, veio o nome Salto de Pirapora. O local onde ficam as quedas d’água, segundo os moradores, já foi muito usado como o principal lazer da cidade.

Uma coisa é certa, nossas cidades têm história, curiosidades e belezas que podem ficar ainda melhores.

O projeto "O Bairro Ideal" 2018 visitou 34 bairros de cinco cidades da região de Sorocaba (SP) para produzir a série de reportagens da edição especial que começa a ser exibida nesta segunda-feira (26).

Confira a programação:
A iniciativa da TV TEM vai mostrar os problemas enfrentados por moradores em Alumínio, Araçoiaba da Serra, Capela do Alto, Iperó e Salto de Pirapora.

Entre os dias 26 e 30 de novembro serão exibidas as reportagens e a partir do dia 3 de dezembro começa a votação do problema que mais preocupa os moradores.

Veja aqui a reportagem completa:




Moradores reclamam das condições do esgoto em Salto de Pirapora


Em Salto de Pirapora, os despejos irregulares no rio que corta a cidade são a maior preocupação dos moradores quando o assunto é saneamento.

Segundo o IBGE, 82% das casas têm esgotamento sanitário adequado. Já o último levantamento do Sistema Nacional de Informações sobre Saneamento (SNIS) aponta que Salto de Pirapora coleta 64,27% do esgoto para tratar.

Mas a população já flagrou muitas cenas de possível poluição do Rio Pirapora. Em julho deste ano, moradores da cidade reclamaram de cheiro e gosto ruins na água que chegava até as casas.

Algumas pessoas disseram que passaram mal depois que beberam a água. A suspeita era de que o Rio Pirapora, responsável pelo abastecimento de Salto de Pirapora, Araçoiaba da Serra e Piedade, tivesse sido contaminado com óleo diesel.

Em 2014, moradores de Araçoiaba da Serra tiveram o abastecimento suspenso porque foi encontrado esgoto nas águas do Rio Pirapora. Os dejetos teriam sido jogados pela concessionária de Salto de Pirapora e peixes foram encontrados mortos.

Saiba mais:
Rio que abastece Araçoiaba da Serra tem contaminação de esgoto

Saiba mais:
A prefeita de Araçoiaba da Serra Mara Mello em entrevista fala sobre a poluição do Rio Pirapora e da estrada vicinal do bairro Piraporão

O Rio Pirapora nasce em Piedade, cruza Salto de Pirapora e desemboca em Sarapuí, no rio que tem o nome da cidade.

Um dos moradores de Salto de Pirapora convive com a estação elevatória de esgoto bem em frente a sua casa e conta que, além do cheiro ruim, há falta de manutenção na estação e até descarte suspeito de substâncias no Rio Pirapora, que passa atrás da unidade.

Os moradores já fizeram até um abaixo-assinado com 500 assinaturas pedindo para a Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp) mais cuidado com a limpeza do rio e com o sistema de esgoto.

Outra reclamação dos moradores é quanto à rede de esgoto da cidade, que é antiga. Quando chove, tem tubulação que não aguenta e vaza.

Os moradores contam que essa cena se repete a cada dia de chuva, principalmente perto de um lago que faz parte de um projeto da prefeitura para construir um parque de lazer que ainda não saiu do papel. O esgoto que vaza das tubulações tem contaminado o lago e um dos moradores conta que a sujeira já chegou a invadir a casa dele.

Assista aqui a reportagem completa:






Fila de espera é a maior preocupação dos moradores na área da saúde


Em Salto de Pirapora o problema também é a longa espera por consultas e exames. O aposentado João Silva de Oliveira, por exemplo, tem pressão alta e problemas no coração. Ele aguarda há mais de um ano por uma consulta.

O aposentado mora no bairro Quintais de Pirapora. O posto de referência para ele é o do bairro Campo Largo. Ele esperou meses entre os vários exames pedidos por um cardiologista. Agora espera por uma consulta com um otorrino. Só que tem um detalhe: a consulta está marcada desde agosto de 2017.

João conhece muita gente que também está tendo que lidar com a espera. A esposa dele precisa passar com um ginecologista e foi orientada a ir até o posto de saúde no ano que vem para marcar a consulta.

Em Salto de Pirapora o problema também é a longa espera por consultas e exames.Imagem: Reprodução TV TEM

João e a esposa são apenas dois de tantos casos. Mais de sete mil pessoas estão na mesma situação. A fila por exames tem 4.500 pessoas e 450 pacientes aguardam por cirurgias. Quem depende da saúde pública fica refém da fila de espera e não sabe mais a quem recorrer.

Assista aqui a reportagem completa do projeto 'O BAIRRO IDEAL':





Más condições das estradas rurais preocupam moradores



Em Salto de Pirapora, segundo os moradores, as estradas vicinais até recebem patrolamento, que é o uso de máquinas para melhorar o caminho, mas isso não basta e os problemas logo voltam a aparecer.

Na chuva, os buracos viram poças e a água também escorre por pequenas valetas e se acumula em algumas partes. Moradores de vários bairros rurais, como o Juncau, o Arco-Íris e o Fazendinha, dependem de vias como a Estrada dos Leites.

O agricultor Antônio Francisco Nogueira passa na estrada todos os dias e já perdeu as contas do prejuízo com veículos usados na entrega de verduras e legumes produzidos no sítio. Ele conta que há anos são pedidas melhorias e nada chegou às estradas da região.

Quem já circula por essas estradas há quase 50 anos trabalhando sabe bem o que precisa ser feito por lá.

Assista aqui a reportagem completa do projeto 'O BAIRRO IDEAL':





A falta de calçadas preocupam os moradores de Salto de Pirapora

Em Salto de Pirapora, as ruas chamam atenção pelos problemas nas calçadas. Na Rua Honório de Almeida Barros, no bairro Terras de São João, há duas escolas. De um lado tem calçada, mas do outro só tem a metade da calçada.

Na Rua Maria Helena Antunes Siqueira é praticamente a mesma coisa, uma área escolar sem calçadas completas. O pedestre se divide entre a rua e o mato antes de acessar a calçada. A mesma insegurança sente o pedestre que passa pela Rua Rodolfo Antonio dos Santos, no mesmo bairro.

Na Rua Miguel Haddad, no Jardim Maria José, o caminho de muitas crianças para a escola também tem calçadas incompletas. Os pais acabam passando com os filhos pela rua. Onde tem calçada o desnível e os obstáculos atrapalham bastante.

Na parte central da cidade, as calçadas foram padronizadas há mais de 10 anos, mas, em um trecho da Rua Avelino Rosa, a poucos metros da Câmara dos Vereadores, os pedestres têm uma surpresa nada agradável e perigosa: a calçada simplesmente acaba. O pedestre precisa passar pelo mato, em meio a um monte de objetos, caminhar pela rua ou atravessar para o outro lado, onde tem calçada.

Essa falta de cuidado explícita pode ter contribuído para o atropelamento de mãe e filha, em março deste ano, na Rua Elias dos Santos. Testemunhas contam que o motorista fugiu sem ajudar.

As duas tiveram várias fraturas pelo corpo, perfuração de órgãos e recuperação dolorida. Mãe e filha ficaram com sequelas do acidente e perderam os empregos.

No local do acidente, agora tem calçada. Mas, se de um lado houve reparo, do outro não. A calçada termina em um monte de terra.


Veja a reportagem completa e o cronograma da votação:
Acesse a página  Clique aqui!
_____________________________________________
☞ Salto de Pirapora Notícias e Informações 
Acesse a página  https://goo.gl/MMBr3y




























Top 10 - Fatos e acontecimentos

Arquivo