quinta-feira, 14 de abril de 2016

Vereadores discutiram sobre a proibição de shows ao vivo em estabelecimentos comerciais na cidade

Fotos: Alexandre Oliveira
Durante a 11ª Sessão Ordinária de ontem (12/04) foram apresentados dois projetos, o Projeto de Lei nº 005/2016 do Poder Executivo, que autoriza o Poder Executivo de Salto de Pirapora a firmar convênio com o Município de Sorocaba através de suas Guardas Civis Municipais e o Projeto de Lei Complementar nº 001/2016 da Mesa Diretora, que dispõe sobre a revisão geral anual dos servidores públicos da Câmara Municipal de Salto de Pirapora, da sua bolsa estágio, dos Vereadores, Prefeito, Vice-Prefeito e Secretários Municipais e dá outras providências”.


Com a saída do vereador Messias Pinto – PMDB, houve nova eleição para ocupar duas das Comissões Permanentes da Câmara, da qual fazia parte. Foi eleito então para Presidente da Comissão de Finanças e Orçamento o vereador Jurandir Matos de Almeida – PSDB e para Relator da Comissão de Educação, Saúde e Assistência Social o vereador Francisco de Assis Henrique de Oliveira – PMDB.

Veja o vídeo de 07 minutos sobre a discussão dos vereadores referente a proibição de shows ao vivo em estabelecimentos comerciais na cidade.


A Câmara esteve repleta de cidadãos buscando uma explicação dos vereadores sobre a proibição de música ao vivo e do som acima do índice da Lei Complementar nº 22/2007, que trata do Código de Posturas do Município de Salto de Pirapora. A informação que tivemos é de que a fiscalização foi intensificada e o estabelecimento que não estiver de acordo deve se adequar.


Fotos: Alexandre Oliveira




Nenhum comentário:

Arquivo

Top 10 - Fatos e acontecimentos