Salto de Pirapora Notícias 2017

Salto de Pirapora Notícias 2017
Clique na imagem!

Conversa Afiada

Conversa Afiada
Clique na imagem!

domingo, 29 de abril de 2018

Sindicato promete greve dos servidores municipais caso o prefeito Joel Haddad não aceite a reivindicação do reajuste

Foto: Divulgação - SindServ Salto de Pirapora
O SindServ Salto de Pirapora, informou na última terça-feira, dia 24/04, que embora tenha tentado de todas as formas, o reajuste salarial não teve o retorno esperado da Administração. O sindicato briga por um reajuste de 4,5%. O percentual oferecido pela Prefeitura foi de 2% no salário, alegando o grande impacto na folha de pagamento. O aumento solicitado no vale alimentação, que foi de R$ 320,00, o atual é de R$270,00, também não foi aceito e segundo o Prefeito Municipal não haverá aumento neste quesito. Portanto, o Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Salto de Pirapora, convoca todos os servidores para comparecerem a Câmara Municipal durante a Sessão Ordinária para uma última tentativa junto aos vereadores no dia 02/05, quarta-feira ás 19:00hs.

Na última sexta-feira, dia 27/04/2018, a Câmara Municipal, por seu Presidente, promoveu mais um encontro entre o SindServ Salto de Pirapora e representantes da Administração na tentativa de solucionar o impasse com relação ao reajuste dos Servidores.

Com as informações da presidente do sindicato, Elci Luciane Faustino, a reunião foi na sede do Grupo Confiatta, renomada empresa especializada em consultoria e gestão, lá pudemos tirar dúvidas em relação a Constitucionalidade das sugestões e propostas do Sindicato, sendo que não houve manifestação contrária aos temas apresentados, isso na visão do jurídico do Grupo, dessa forma pudemos nos assegurar que nossas propostas tem amparo legal e são possíveis de serem postas em prática, dependendo tão somente da "Boa Vontade" do Poder Executivo de nossa cidade.

Ouvimos as explicações técnicas da Secretária de Finanças e entendemos que estamos no limite da folha. Não há o que se discutir com relação a isso, mas o Sindicato trouxe sugestões jurídica possíveis para a diminuição desse percentual e assim a Administração poder dar um reajuste mais benéfico aos servidores. A Secretaria de Finanças fez sua parte, esclareceu as questões técnicas, não há o que falar dessa Secretaria; porém existem Secretarias Políticas e temos certeza que se houver "Boa Vontade" da Administração em cortar gastos internos, ou seja "cortar na carne", os servidores de carreira terão o reconhecimento que merecem, porque esta não é apenas uma questão da situação financeira atual, percebemos que existe uma preocupação com o fato de "CEDER" aos interesses dos servidores, parece que algumas secretarias estão mais preocupadas em NÃO deixar o servidor ter uma VITÓRIA com relação ao seu direito Constitucional de reajuste salarial, alegando não poderem "CEDER AO SERVIDOR".

O pior companheiros, é o que está por trás desse "NÃO CEDER", certas Secretarias não estão preocupadas com dificuldade financeira que o REAJUSTE ZERO vai causar na vida dos servidores, principalmente na vida dos menos favorecidos, estão preocupados com a força que o servidor irá adquirir se seu DIREITO for concedido.

Dessa forma só nos resta entender que a preocupação de tais Secretarias não é tão somente no fato do Prefeito Municipal conceder um reajuste JUSTO aos servidores, mais também em saber que a "boa vontade" do Prefeito pode lhes custar a manipulação deste, conforme vem acontecendo. À estes peço que coloquem a mão na consciência e não deixem que seus interesses pessoais sobrepor os direitos do servidores, isso não é um jogo, isso não é uma guerra de EGO, o reajuste é direito do trabalhador e dele depende seu sustento.

Ao Prefeito Municipal peço que se lembre da história que me contou, em uma das reuniões, e seja o QUÍMICO que faz a diferença na tinta e não OUTRO que tenta manipular o patrão para ter o controle e os benefícios, ao Sr. Prefeito cabe a decisão, rogamos que pense que em cada servidor existe um cidadão, que existe um pai ou mãe de família que necessita do seu reconhecimento. O Governante que despreza seu trabalhador não sabe o mau que faz a sua cidade.

A Greve é a última alternativa, ninguém ganha com isso. Perde a Prefeitura, os Servidores e principalmente a População. Vamos todos ter "boa vontade" e encontrar uma solução para esse impasse informa a presidente do sindicato dos servidores públicos municipal, Elci Luciane Faustino.




















Nenhum comentário:

Top 10 - Fatos e acontecimentos

Arquivo