Salto de Pirapora Notícias

Salto de Pirapora Notícias
Fotos Salto de Pirapora - Clique na imagem!

quarta-feira, 24 de julho de 2019

Greve da Viação Piracema em Salto de Pirapora completa 13 dias

Trabalhadores decidiram manter a paralisação após assembleia realizada na terça (23)
A greve dos trabalhadores da Viação Piracema em Salto de Pirapora, na Região Metropolitana de Sorocaba, completa 13 dias nesta quarta-feira (24). Os funcionários do transporte coletivo decidiram manter a paralisação após assembleia realizada na terça-feira (23).

A greve teve início no dia 12 de julho. Segundo o Sindicato dos Rodoviários de Sorocaba e Região, a Viação Piracema ainda não pagou o salário e o tíquete-refeição neste mês, o plano de saúde continua cortado e o Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) não está sendo recolhido corretamente. Além disso, conforme a entidade, alguns trabalhadores estariam sem receber férias. De acordo com a entidade, todos os 45 trabalhadores da empresa aderiram à greve.

A paralisação será mantida até a regularização da situação ou até a Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos de São Paulo (EMTU) repassar as linhas operadas pela Piracema a outra empresa, informa nota do sindicato.

No dia 18 deste mês, a EMTU transferiu à empresa Auto Ônibus São João 30% dos horários das linhas de ônibus operadas pela Viação Piracema. A reprogramação das linhas intermunicipais foi realizada, segundo a empresa, para evitar que mais de 3,5 mil passageiros continuassem prejudicados pela paralisação.

Com a mudança, a São João passou a ser responsável por 80% das viagens entre Salto de Pirapora e Sorocaba, Salto de Pirapora e Araçoiaba da Serra (Bairro Cercado) e Salto de Pirapora e Bairro Cocais (divisa com Sarapuí). Apenas 20% das linhas permaneceram com a Piracema. Conforme a EMTU, as linhas operadas pela São João passaram de 46 para 96 partidas diárias nos dias úteis. “A EMTU monitora a operação e, se necessário, poderá alterar essa programação para continuar garantindo aos passageiros o direito ao transporte público”, diz nota da empresa. A Piracema será autuada pelas viagens não realizadas, completa o comunicado.

A entidade, porém, pede a transferência de todas as linhas intermunicipais para outra empresa. “O Sindicato dos Rodoviários protocolou documento na EMTU solicitando a resolução total do problema, pois os trabalhadores não aceitam o repasse de apenas parte das linhas da Piracema para outra empresa, já que isso acarretaria em deixar parte dos funcionários sem emprego e sem recebimento de seus salários e direitos”, completa o comunicado divulgado nesta quarta-feira (24). Conforme o sindicato, a empresa ainda não se pronunciou sobre o caso, todos o meio de comunicação e imprensa da região não conseguiu fazer contato com a empresa.


























Nenhum comentário:

Top 10 - Fatos e acontecimentos

Arquivo