domingo, 25 de outubro de 2015

Greve dos bancários pode terminar na noite de segunda-feira

Foto: Blog Adriano Vincler

Assembleias marcadas para segunda-feira podem decidir o fim da greve dos bancários, segundo orientação do Comando Nacional da Paralisação que foi procurado neste sábado pela Federação Nacional dos Bancos (Fenaban) para discutir nova proposta global do dissídio da categoria. A proposta apresentada foi considerada aceitável e, com isso, os bancos voltariam a funcionar na terça-feira.

Durante o encontro, além dos reajustes de 10% para os salários, para a PLR e para o piso e o de 14% para os vales refeição e alimentação, já ofrecidos na sexta-feira, os banqueiros concordaram em abonar 63% das horas dos trabalhadores que cumprem jornada de 6 horas, de um total de 84 horas, e 72% para os que cumprem 8 horas, de um total de 112.  
  
Com isso, um dia após a assinatura do acordo, os trabalhadores compensariam, no máximo, uma hora por dia útil, até o dia 15 de dezembro. A nova proposta apresentada no 19º dia da greve, implica na manutenção do modelo que vinha sendo colocado em prática nos últimos anos, de reposição integral da inflação mais aumento real e abono parcial dos dias parados.  
  
Na oferta inicial, que levou os bancários à greve, o setor patronal se negava até mesmo a repor a inflação do período e tentou, segundo o comando do movimento, reconstruir “um modelo ultrapassado de abono salarial”. Em Sorocaba, a reunião para discutir o novo quadro deve acontecer por volta das 18h na sede do Sindicato dos trabalhadores. 

Como ficará 

A proposta da Fenaban prevê reajuste salarial de 10%; piso para pessoal de portaria de R$ 1,3 mil; de R$ 1,9 mil para escriturários, e de R$ 2,6 mil para caixas. A entrega da minuta de reivindicações dos bancários aconteceu em 11 de agosto. A partir daí foram realizada cinco rodadas de negociações.  
  
Em 19 de agosto, foi debatido emprego. Nos dias 2 e 3 os temas foram saúde, condições de trabalho e segurança. Em 9 de setembro, Igualdade de oportunidades. A rodada extra do dia 15 de setembro discutiu adoecimento da categoria. E, no dia 16 de setembro, remuneração.

Nenhum comentário:

Arquivo

Top 10 - Fatos e acontecimentos