Salto de Pirapora Notícias

Salto de Pirapora Notícias
Clique na imagem!

quarta-feira, 14 de março de 2012

Sabesp resolve problemas no sistema de esgoto da cidade, após denúncias no jornal Liberdade

Informo que os 03 pontos onde ocorreu o vazamento de esgotos no córrego Ourives no Jd. Paulistano já foram reparados. (Ivan Borgatto-Sabesp) 

Ivan Ricardo Borgatto, gerente de setor da Sabesp de Salto de Pirapora primeiramente fala sobre a solução dos problemas imediata no sistema de esgoto da cidade conforme foi denunciado e demonstrado no jornal Liberdade, e se prontifica a resolvê-los, e explica que o processo preliminar de tratamento do esgoto que retém lixo descartado indevidamente pela população, é o grande causador dos entupimentos das redes de esgoto, ele constatou que grande parte do lixo que chega à ETE (Estação de Tratamento de Esgoto) poderia ser reciclada ou descartada de forma mais adequada pelo próprio usuário da rede de esgoto.
Ivan Ricardo Borgatto gerente da Sabesp, vereadora Magali Canalle (PT) e o Engenheiro Regional da Sabesp de Tatuí, Adriano José Branco, estiveram juntos para resolver os problemas e esclarecer dúvidas na rede de esgoto do município de Salto de Pirapora.
Questionado pelo jornal Liberdade em 2010 referente á rede de esgoto da rua Honório de Almeida Barros atrás do posto de combustíveis Roberta, pelo fato do esgoto correr a céu aberto, ele já havia nos informado que o projeto estava pronto em andamento a realização das obras, faltando apenas a autorização da família do “João da Barra” para que a tubulação de esgoto seja instalada dentro da propriedade, porém o trabalho preliminar de ligação da rede já foi realizado no início da rua.

Quanto ao material supostamente resíduos hospitalares estamos fazendo sondagens nos PV's das imediações para tentarmos detectar a procedência. (Ivan Borgatto-Sabesp)
Sobre a boa utilização da rede de esgoto ele informa que: “Chegam à ETE pedaços de concreto, cotonetes, copos de iogurte, brinquedos, preservativos e cápsulas utilizadas para ingestão de drogas. Tudo o que é retido pela ‘peneira’ é encaminhado ao aterro sanitário”.


Estação de tratamento de esgoto no bairro do Corvinho
“O hábito de utilizar o vaso sanitário para jogar detritos volumosos requer grande volume de água de descarga, algo que pode ser objeto também de campanhas de uso racional de água”. “Para solucionar os problemas de tratamento de esgoto da cidade, meio ambiente e da população, estamos inauguramos uma nova Estação elevatória de tratamento de esgoto no bairro do Corvinho, e em breve teremos também outra Estação funcionando no bairro Piraporinha que já está quase pronta e então teremos quase que 100% do esgoto tratado na cidade”, ressalta Ivan.

Óleo danifica galerias de esgoto

O óleo de fritura utilizado no dia-a-dia é um dos maiores inimigos do meio ambiente. Um litro de óleo pode prejudicar milhares de litros de água. Descartá-lo em ralos entope instalações das redes de coleta de esgoto, já que ele aglutina todos os detritos como uma cola, formando uma barreira rígida de sujeira, que acaba obstruindo o fluxo dos dejetos.

Para o meio ambiente, o resultado pode ser ainda mais grave. O despejo irregular pode contaminar rios, lagos e comprometer a vida de espécies marinhas. No próprio solo, o lançamento indevido também é prejudicial, causando a proliferação de microrganismos e danos às plantas.

A água de chuva ligada na rede coletora de esgoto provoca o retorno de esgotos nas casas situadas nos pontos mais baixos, destruição das redes coletoras de esgoto e, consequentemente, das ruas e calçadas, retorno de esgoto provocando mau cheiro e risco à saúde.


Quem faz ligação de água de chuva na rede coletora de esgotos, esta em desacordo com o Código Sanitário (Decreto 12.342, artigo 9º, parágrafo 1º de 27 de setembro de 1978), e poderá ser multado pela Vigilância Sanitária.

Em Salto de Pirapora a população deve colocar o óleo de fritura (cozinha) em garrafas PET e entregar na unidade da Sabesp (ao lado da Santa Casa de Misericórdia) ou então deixar separada e entregar para a Cooperativa de Reciclagem do município, que passa uma vez por semana em cada bairro coletando o material reciclável.

Nenhum comentário:

Top 10 - Fatos e acontecimentos

Arquivo