Salto de Pirapora Notícias 2017

Salto de Pirapora Notícias 2017
Clique na imagem!

domingo, 21 de agosto de 2016

Vídeo: Denúncia do Jornal da Band sobre a indústria farmacêutica

A reportagem é antiga mas vale a pena ver.

No dia 02 de julho de 2008, o Jornal da Band apresentou uma reportagem (será apresentada uma série de reportagens sobre o tema), denunciando a indústria farmacêutica.


“Exclusivo, comida boa, hotéis de luxo, passeios com a família, esses são alguns dos presentes que os laboratórios distribuem em todo o país, para que médicos indiquem os seus remédios aos seus pacientes. Na primeira reportagem da série “Receita Marcada”, o Jornal da Band denuncia o prejuízo ao consumidor com esta relação entre a indústria farmacêutica e a classe médica.”

“Convites para simpósios em hotéis de luxo no Brasil e no exterior com tudo pago, jantares regados a muita comida e bebida alcoólica, brindes e sorteios de eletro-eletrônicos; desde o primeiro ano da faculdade de Medicina, os alunos já são assediados por funcionários da indústria farmacêutica.” “A gente recebe uma amostra grátis aqui, faz uso de uma coisa ou outra, que, no final, o medicamento chega muito caro no mercado.” “O orçamento mensal de Dona Regina foi prejudicado, o médico da pensionista receitou um remédio que custa R$87,00 para hipertensão, e disse que ela não poderia comprar o genérico.”“Eu vou mudar de médico para ver se o outro tem a mesma opinião.”“O importante é que ele (o médico) mencione na prescrição dele, o nome do genérico, e diga ao paciente que “este é o genérico”, e existem muitas opções, e este tipo de franqueza, de informação, é uma obrigação ética do médico.”

“A maioria das pessoas confia na prescrição médica”. “A marca você segue o que o médico manda.”“É disso que os laboratórios se aproveita: do desconhecimento. Para vender os remédios, a indústria farmacêutica conta com equipes, que visitam com freqüência, os médicos nos consultórios. Além de oferecer amostras grátis, os chamados ‘propagandistas’ dão PRESENTES aos profissionais da medicina. Este homem, que é propagandista há quatro anos, conta como é a relação com os médicos: -- O que que um médico pede em troca, para prescrever os medicamentos do laboratório?-- Muitas vezes o médico pede jantares, que o laboratório pague alguns congressos e pague algumas viagens.“Esta prática é muito mais comum do que se imagina nos consultórios médicos. Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS) 75% dos remédios prescritos não são adequados. A cada 42 minutos, uma pessoa é intoxicada, pelo uso indevido de medicamentos no Brasil; muitas vezes, o paciente nem precisa tomar remédios.” “Nossa equipe acompanhou um jantar, promovido por um laboratório, nesta churrascaria em São Paulo. Foram convidados 60 médicos, alguns deles levaram parentes.” (...)

“O laboratório que organizou o jantar, não promoveu uma palestra com especialista médico, apenas apresentou um de seus produtos. Esta prática é proibida pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA). Depois do jantar, todos os médicos agradeceram a cortesia.” (...)“Em maio, o Laboratório Novartis, patrocinou um Congresso sobre osteoporose, de sexta a domingo, neste resort em Florianópolis. Passagem aérea e hospedagem de graça, e um desconto especial para os acompanhantes de 50 médicos. Na manhã de sábado, eles assistiram a 4 palestras. O restante do fim de semana foi livre. Na maioria das vezes, os profissionais convidados são os que mais indicam os medicamentos do laboratório que patrocina o evento. Para verificar a venda dos produtos, e quem prescreveu, a indústria farmacêutica negocia cópias das receitas médicas com as farmácias.” (...)


“E quanto mais consumo, mais dinheiro para a indústria farmacêutica. O setor fatura por ano R$ 28 BILHÕES DE REAIS NO PAÍS, 30% são investidos em marketing.”“Em nota o Laboratório Novartis, que patrocinou o congresso em um hotel de luxo em Florianópolis, alega que o evento teve cunho científico, e que o objetivo do encontro foi atualizar os profissionais de saúde.”“E amanhã, o Jornal da Band vai mostrar como os propagandistas agem em hospitais, Universidades e farmácias. Até amostras de remédios com tarja preta, que são proibidos, portanto, são oferecidos aos médicos.”

Fonte: Jornal da Band – 02/07/2008, reportagem da série “Receita marcada”.

Sindiprofase




___________________________________________________________


Nenhum comentário:

Arquivo

Top 10 - Fatos e acontecimentos