Salto de Pirapora Notícias

Salto de Pirapora Notícias
Fotos Salto de Pirapora - Clique na imagem!

domingo, 6 de dezembro de 2015

Comerciante é assassinado dentro da própria casa em Salto de Pirapora

Comerciante é assassinado dentro da casa dele em Salto de Pirapora; a polícia deteve os responsáveis pelo crime


Jardim Maria José ao fundo da imagem - Foto: Arquivo Blog Adriano Vincler
Paloma de Mattos Oliveira, 19 anos, residente no Bairro Campo Largo, em Salto de Pirapora, e a adolescente R.F.A.S. de 15 anos, moradora no Bairro Santa Maria na mesma cidade, dizem que o comerciante Djalma Floriano de 54 anos, teria feito gracejo para elas, por isso elas decidiram assustá-lo.

Elas planejaram com dois adolescentes amigos delas, e foram os quatro até a residência do comerciante, situada na Rua Tamiro Peixoto Castanho, Bairro Maria José, em Salto de Pirapora. 

O adolescente F.D.A. de 16 anos, residente no Jardim Madalena, e o adolescente J.P.S. de 15 anos, morador no Jardim Silva Barros, ambos em Salto de Pirapora, ficaram do lado de fora da casa do comerciante. 

A jovem Paloma de Mattos e a adolescente R.F.A.S. de 15 anos, chegaram à porta e disseram ao comerciante que elas sofreram assalto, e por se sentirem abaladas emocionalmente pediram-lhe um copo com água. Segundo elas, o comerciante disse-lhes que daria água e convidou-as para entrarem na residência. 

Os dois adolescentes que estavam fora abriram o carro do comerciante que estava em frente à casa e no interior do carro localizaram uma arma de fogo. Quando a jovem e a adolescente entraram na casa, os dois adolescentes também entraram em seguida; um deles armado com a arma que haviam encontrado dentro do carro. 

Quando o comerciante viu os vultos que entraram atrás das duas moças, o comerciante sacou outra arma de fogo que estava perto dele e naquele momento houve troca de tiros. 

Um tiro disparado pelo comerciante atingiu o abdômen do menor F.D.A. de 16 anos. O outro adolescente (J.P.S de 15 anos) pegou uma faca e investiu contra o comerciante e o atingiu com três golpes matando o comerciante. Um tiro atingiu levemente a nádega de Paloma de Mattos.

As detenções

Paloma Mattos
Foto: Divulgação Polícia Civil
O crime teria ocorrido no início da madrugada de sábado (05/12). Alguém levou o menor F.D.A. de 16 anos, ao Hospital Regional de Sorocaba, onde o mesmo foi submetido a procedimento cirúrgico que retirou um rim. Policiais militares localizaram o outro menor J.P.S. de 15 anos, empurrando uma motocicleta, e sua mão apresentava um ferimento produzido por faca. 

Ao ser indagado, ele confessou participação do crime contra o comerciante e também delatou a participação do adolescente internado no Hospital Regional e a participação da adolescente R.F.A.S. de 15 anos, e também citou a participação da jovem Paloma de Mattos. 

Como as forças de segurança: policiais civis, policiais militares e guardas civis municipais realizaram diligências ininterruptas logo após o crime, o delegado Gilberto Montenegro Costa Filho deteve os três que confessaram os detalhes do caso, e também deteve o menor que está internado no Hospital Regional; ele nega participação, mas está sob escolta policial, ao ser liberado será levado para à Fundação Casa. Os quatro respondem por latrocínio. 

Elas disseram que as armas estariam com outro menor, que não participou do crime. A polícia foi atrás do adolescente e localizou uma pistola bereta e outra pistola 635 escondidas dentro do mato no Bairro São Manoel, naquele município. Djalma morava sozinho e era proprietário de uma sorveteria no centro de Salto de Pirapora.

Fonte da notícia: Blog Toni Silva Sorocaba

4 comentários:

fyy disse...

Enquanto os de menores ficarão livre por ai para praticar mais maldade com outras pessoas. Triste caso...

fyy disse...

Enquanto os de menores ficarão livre por ai para praticar mais maldade com outras pessoas. Triste caso...

Luiz Alberto disse...

Por esse motivo e muitos outros,que a lei precisa ser outorgada indiciando pessoas com 16 anos de idade,sendo considerada maioridade.

Luiz Alberto disse...

Por esse motivo e muitos outros,que a lei precisa ser outorgada indiciando pessoas com 16 anos de idade,sendo considerada maioridade.

Top 10 - Fatos e acontecimentos

Arquivo