Salto de Pirapora Notícias 2017

Salto de Pirapora Notícias 2017
Clique na imagem!

sexta-feira, 4 de dezembro de 2015

Grupo faz mutirão para 'reconstruir' casa que abriga 70 animais em Salto de Pirapora

Dona do imóvel é uma idosa que mora sozinha em Salto de Pirapora.
Cães e gatos foram resgatados doentes e entulhos foram retirados.

Cães ficavam dentro e fora da casa, segundo a veterinária (Foto: Arquivo pessoa/Carolina Gutierres)
A situação da casa de uma idosa de 72 anos mobilizou voluntários em Salto de Pirapora (SP). Em meio a muito lixo, os voluntários aproveitaram para limpar o local e também resgataram cerca de 70 animais, entre cães e gatos. De acordo com a veterinária Carolina Gutierres, que participou do mutirão, o grupo pretende reformar a residência, castrar e doar os bichos de estimação. (Veja o vídeo)

Em entrevista ao G1, Carolina conta que a idosa recolhe animais maltratados ou em situação de rua. “Foi horrível entrar pela primeira vez. Deu vontade de chorar ao ver a situação, com cheiro de fezes e toda a bagunça. Todos eles estão com alguma doença e os filhotes mamando em cima de sujeira”, diz. A equipe, reunida por meio de redes sociais, conseguiu tirar – parte do entulho depois de duas semanas – conversando com a proprietária, que mora sozinha.

Caçambas foram usadas para limpeza
(Foto: Arquivo pessoal/ Carolina Gutierres)
Ainda segundo Carolina, em meio a cães, gatos e pássaros entre os entulhos, a mulher sobrevive com um salário mínimo e com doações dos vizinhos. 
“Ela gasta, aproximadamente, 15 quilos de ração por dia e depende de doações. Essa semana, nós levamos seis cestas básicas e deu quase todas para outras pessoas. Queremos ajudá-la a ter uma nova vida. Ela é uma pessoa boa e merece o melhor”, conta. Além do bem estar da moradora, o grupo também se preocupou com a quantidade de água acumulada em objetos no terreno, que oferece riscos à saúde pública.

Ainda segundo Carolina, em meio a cães, gatos e pássaros entre os entulhos, a mulher sobrevive com um salário mínimo e com doações dos vizinhos. 
“Ela gasta, aproximadamente, 15 quilos de ração por dia e depende de doações. Essa semana, nós levamos seis cestas básicas e deu quase todas para outras pessoas. Queremos ajudá-la a ter uma nova vida. Ela é uma pessoa boa e merece o melhor”, conta. Além do bem estar da moradora, o grupo também se preocupou com a quantidade de água acumulada em objetos no terreno, que oferece riscos à saúde pública.

Parte do terreno foi limpo no fim de semana
Foto: Arquivo pessoal/ Carolina Gutierres)
A veterinária conta que, até o momento, quatro cães foram retirados, sendo que um deles estava sem pelos pelo corpo e o outro tinha ferimentos provocados por outros animais. Além da mobilização para o resgate dos animais, os voluntários acionaram a prefeitura da cidade, que providenciou duas caçambas para que o entulho fosse jogado.

Casa será reformada com ajuda de grupo (Foto: Arquivo pessoal/ Carolina Gutierres)
No fim de semana, os veterinários deram início ao processo castração e aplicação de vacinas em parte dos animais. “Durante a limpeza, a dona Carmem [proprietária da casa] disse: 'Fazia tempo que eu não via o chão da minha casa”, lembra a veterinária.

O trabalho, conforme a voluntária, continua nesta semana. Entre nós, têm veterinários e até uma psicóloga que está conversando a dona da casa, a fim dela aceitar que os bichinhos sejam bem cuidados e ganhem novas famílias”, finaliza Carolina.

Nenhum comentário:

Arquivo

Top 10 - Fatos e acontecimentos